Blog


You are here: The Worldwide Womb Blessing® > Resources > Artigos > ‘Uma Aventura Congelante’ o filme de Disney revela a chave da sobrevivência no estado pré menstrual

‘Uma Aventura Congelante’ o filme de Disney revela a chave da sobrevivência no estado pré menstrual

This post is also available in: en ca cs fr it de pt-pt

Print Friendly, PDF & Email

Mito menstrual

Snow QueenA Corporação Disney coloca empenho em contar e recontar os contos do Folclore Europeu. Infelizmente neste recontar muitas histórias foram atenuadas ou modificadas para serem mais atrativas comercialmente, porém entre estas fórmulas para filmes de Disney alguns desenhos animados conseguiram manter a sabedoria ancestral da mulher viva e acessível para as meninas jovens.

Ainda quando os contos folclóricos são reelaborados para uma audiência moderna, os arquétipos ancestrais podem continuar vivos e ressonantes na psique da mulher – é essa a sensação que arrepia nossa pele, quando vemos um filme; que nos mostra que uma profunda magia esta atuando!

Isso acontece porque as histórias originais são expressões da condição humana, e independentemente da era em que estamos, continuamos respondendo a elas num nível subconsciente.

Branca de Neve – Um mito menstrual!

No filme da Branca de Neve, Disney ha mantido vivo um “mito menstrual” ancestral – uma história sobre as energias do ciclo menstrual – ela vem dando a sucessivas gerações de filhas e mães ,através de uma versão moderna baseada em uma história mais antiga, ensinamentos sobre as energias do nosso ciclo menstrual, sobre o nosso primeiro sangrado e sobre os primeiros passos para a vida adulta. ( Leia meu livro “Lua vermelha” para mais detalhes). Mas que ocorre no desenho animado “Uma Aventura Congelante”, uma adaptação de um conto de Hans Christina Andersen “ A Rainha da Neve” Será que não há um mito menstrual escondendo-se nessa escapada encantadora e divertida?

Uma Aventura Congelante

Uma Aventura Congelante é uma história sobre as energias da “Feiticeira” do nosso ciclo menstrual, que ocorre na fase pré- menstrual.

Para muitas de nós na “fase da Feiticeira” do nosso ciclo menstrual, nos sentimos frequentemente em um momento cheio de energias e comportamentos destrutivos. Nos podemos sentir fora de controle, sem poder pensar claro e com a energia física rebaixada. Só queremos deixar ir, e retirar-nos do mundo. De qualquer forma, nossa fase de Feiticeira também possui belos presentes de liberdade , pontos de fuga, inspiração, criatividade, um momento cheio de energia espiritual e sexual. Mas temos que conhecer a chave para abrir e aproveitar esses presentes. E essa chave esta em Uma Aventura Congelante!

Em Uma Aventura Congelante, a Princesa Elsa nasce “amaldiçoada”- com a habilidade de congelar qualquer coisa que esteja ao seu redor. Quando criança ela brinca com este poder criativo, mas então acidentalmente ela põe em risco a vida da sua irmã.

Conforme Elsa vai se transformando de uma criança a uma jovem moça , a sua fase Feiticeira pré-menstrual vai crescendo e aumentando a sua energia criativa, que se torna mais forte e mais descontrolada. Elsa precisa manter todo o mundo longe dela, tanto física como emocional. Ela tem que esconder o seu poder, não se mostrar, ela tem que ser uma “boa moça” para que ninguém saiba sobre isso e tenha medo dela e de seu poder. Ela se encerra fora do mundo, no seu quarto, tentando esconder o que ela é e assim manter aquelas pessoas a quem ama a salvo.

Isolada da sua irmã , não tem amor- somente medo, culpa e repressão, e o seu poder se vai tornando cada vez mais forte e incontrolável.

Sendo como Elsa!

'In the Quiet' by Gaia OrionNa nossa fase pré menstrual experimentamos uma diminuição da nossa energia física emocional e mental. Mas nesse declínio também podemos sentir picos de alta energia criativa e sexual. Essas energias são fortes, compulsivas, instintivas e selvagens. Elas podem nos dirigir e dominar, trazendo sentimentos de frustração, agressão e raiva destrutiva se não sabemos como as liberar.

Como Elsa, nós tentamos parar a expressão desse poder criativo porque temos medo – medo sobre o que faremos e medo sobre como afetaremos aos outros. Isso ameaça tanto a nós mesmas como aqueles que amamos, então fazemos tudo que esta em nossas mãos para parar, inclusive destruindo aquilo que nos faz mulher, aquelas coisas que são a fonte de nosso poder- nosso ciclo.

Mantendo os outros a “salvo”:

Quantas de nós tentamos afastar-nos daqueles que amamos porque temos medo dos nossos sentimentos negativos da fase pré-menstrual, da intolerância, agressão, frustração e impaciência, e das palavras que machucam e podemos dizer sem querer?

Quantas de nós nos sentimos fora de controle e desesperadas para limitar ou reprimir as energias que surgem, para que podamos continuar sendo “boas garotas” , sendo o que a sociedade espera que sejamos?

Quantas de nós só queremos ser quem realmente somos nesta fase?

Quando Elsa se torna Rainha o seu poder é descoberto, e com medo ela foge do mundo e se isola nas montanhas. Na montanha, na neve ela é livre para ser quem ela é por primeira vez na sua vida- selvagem, criativa e feminina. Sem restrições ela explora os seus poderes e cria com assombrosa beleza, mudando não só a terra ao seu redor mas também a ela mesma . Ela sexy e magica, poderosa , uma Rainha no sentido mitológico da palavra- uma representante da Deusa na Terra. Ela esta livre para se desfazer das restrições que ela mesma se havia imposto para esconder os seus poderes e proteger assim os outros. Ela deixa ir, sendo já incapaz de reter a energia. Ela sente como essa energia vibra adentro como uma tempestade recorrendo pelo seu corpo, e nessa angustia desta incapacidade de reter adentro ela deixa voar, deixa sair. Ela da a volta e bate a porta- ela é tão pré menstrual!

O lado selvagem de Elsa não é limitado por regras; não existe certo ou errado, somente existe o que ela é e o seu próprio poder. E o seu poder é uma expressão da alma feminina que cria beleza num palácio de gelo e nos cristais congelados. A garota perfeita já se foi, as restrições da sociedade já não importam, ela deixa a tormenta atravessar –ela é a nossa Feiticeira pré menstrual liberada!

As energias Pré-menstruais- a chave

A fase pré-menstrual é a nossa fase selvagem natural, com poder criativo dinâmico e se torna um remoinho tormentoso dentro quando tentamos reprimir. Mas acabará vazando sem importar o quanto nos esforcemos em parar. Nesta fase necessitamos abraçar nosso poder, encontrar com nossas necessidades , liberar-nos das restrições da sociedade, e entrar em contato com nossa criatividade, espiritual e sexual, a Feiticeira interna.

Disney da voz a todas Feiticeiras- mulheres pré- menstruais- jovens e velhas, através da canção de Elsa: “Deixa ir”. A canção ressoa em nossos corações trazendo a necessidade da aceitação, de liberdade, de abraçar o nosso poder de Feiticeira e não sentir-nos culpadas sobre quem somos como mulheres. Não é estranho que esta canção ressoe em tantas mulheres e meninas !

Finalmente Elsa esta feliz de ser quem é- sexy, criativa, bonita e poderosa. Mas ela não se da conta de que o seu poder transformou o mundo em gelo e neve. Algo esta errado. Expressar o seu poder selvagem não é suficiente, ela tem que ser a Feiticeira e poder viver com outras pessoas sem as machucar.

De novo Elsa machuca a sua irmã com o seu poder, e desta vez Anna não sobrevive. Uma Aventura Congelante é um filme infantil com diversão e risadas, mas também nos oferece uma chave secreta – como ser verdadeiras com nossa Feiticeira interna e o poder da fase pré-menstrual sem medo e sem machucar aos outros.

Na história, o “amor verdadeiro” é a chave.

Quando a Rainha Elsa abraça a sua irmã congelada, quem deu a sua vida para a proteger , ela se da conta de que é capaz de ser amada mesmo tendo estes terríveis poderes. Todos os pensamentos sobre quão má ela é e todos os sentimentos de culpa se vão, e ela começa a se amar. E finalmente o seu poder interior também é amado, e ela pode expressar isso a través de uma aceitação amorosa e um jogo criativo.

Elsa já não esta isolada; de novo ela vive no palácio, mas agora o palácio esta decorado com a sua criatividade e a sua alegria- até mesmo o homem da neve consegue a sua própria lufada de neve ( você tem que ver o filme para entender isso!).

A fase do Amor próprio?!

Aqui esta a sabedoria que ressoa nos nossos ossos:

Sim, nossos poderes de Feiticeira são um remoinho tormentoso adentro que quer sair e que se tornam ainda mais poderosos e destrutivos quando restringidos. Porém a fase da Feiticeira é sobre o amor próprio. Toda a nossa negatividade não é sobre a situação na qual estamos ou sobre as pessoas que estão ao nosso redor (Quantas de nós pensamos em divórcio na nossa fase pré –menstrual?), nossa negatividade é uma grande mensagem do nosso subconsciente sobre quanto NOS AMAMOS E ACEITAMOS, quanto EXPRESSSAMOS REALMENTE NOSSA NATUREZA, e quanto NOS NUTRIMOS E NOS ENCONTRAMOS COM AS NOSSAS NECESSIDADES FEMININAS.

Quando nos amamos, independentemente da fase, aceitando que somos criaturas sexuais, magicas e criativas , cíclicas por natureza, experimentamos bem-estar, felicidade, plenitude e amor próprio. Nossa Feiticeira já não necessita ser temida. Ela é uma parte bela, maravilhosa, de quem somos, e nos dias em que ela domina nossas vidas, a cada mês, podemos amar a sua criatividade e expressar isso, podemos amar a sua sexualidade e amar isso, e podemos amar a sua espiritualidade e amar isso.

Nos contos normalmente é o amor que destrói a bruxa má. Felicitações a Disney por haver dado um passo mais adiante, para nos mostrar que sentir amor e expressar amor supera os impulsos destrutivos e também permite que a Feiticeira seja livre, criativa e parte do mundo.

Então na nossa fase Feiticeira necessitamos nos amar, nos nutrir, e dar-nos tempo para encontrar com a s nossas necessidades e expressar nossas energia. Eu penso que Elsa provavelmente mantém o seu Palácio de Gelo e vai aí a visitar uma vez ao mês para uma curta retirada e reconstrução! Como Elsa podemos criar nosso próprio retiro na montanha de neve uma vez ao mês , ser a sexy e poderosa Rainha do Gelo e criar um belo mundo ao nosso redor.

Já não estando amaldiçoada

No filme os trolls perguntam se Elsa nasceu com este poder ou foi amaldiçoada, e a resposta é que ela nasceu com este poder – toda mulher nasce com ele. Mais tarde no filme Elsa canta que o Poder é uma maldição. É interessante que “ A Maldição” é uma terminologia antiga para menstruação baseada na história Cristiana de como Eva foi expulsada do Paraíso e lhe foi dado neste momento o ciclo menstrual e a capacidade de parir, como um castigo por haver desobedecido ao seu deus.

Algo tão maravilhoso e surpreendente como o poder feminino continua sendo visto em muitos lugares ao redor do mundo como uma maldição – algo que é contra a natureza, é negativo e destrutivo, algo que necessita ser reprimido e controlado.

Uma Aventura Congelante nos mostra quão bonita e poderosa é a mulher quando as suas energias são abraçadas e amadas e o mais importante, quando elas tem a permissão de serem livres.

Gratidão Disney

Talvez você não saiba, mas você criou uma mito menstrual maravilhoso para nos ajudar a entender a nós mesmas e ensinar as nossas filhas sobre a beleza do nosso ciclo feminino.

This post is also available in: en ca cs fr it de pt-pt