Blog


You are here: The Worldwide Womb Blessing® > Resources > Inglês > Covid-19, isolamento e bem-estar no seu ciclo menstrual: fase ovulatória da Mãe

Covid-19, isolamento e bem-estar no seu ciclo menstrual: fase ovulatória da Mãe

This post is also available in: en hr fr it pt-br pt-pt es

Print Friendly, PDF & Email

Pela autora e instrutora do feminino Miranda Gray.

ReaLeia também o artigo introdutório.

Nosso estilo de vida tem um impacto direto nas energias dos arquétipos do nosso ciclo – nossa Donzela, Mãe, Feiticeira e Crone interiores. Com a atual crise pandêmica, nosso estilo de vida mudou subitamente – e isso significa que as energias das nossas fases do ciclo menstrual também mudarão, em resposta à mudança do nosso estilo de vida e ao estresse que estamos experimentando. Logo, para o bem-estar mental e físico, precisamos escutar nosso corpo e nossos arquétipos e encontrar novas formas de abraçá-los e expressá-los para trazer harmonia e equilíbrio. Podemos inclusive descobrir que, à medida em que escutamos mais o que eles precisam e como desejamos nos expressar, começamos a viver com maior alinhamento com nossa natureza cíclica, e nosso ciclo responde positivamente!

A seguir estão algumas ideias simples com base nos meus livros O Despertar da Energia Feminina e The Optimized Woman” (A Mulher Otimizada). Estas ideias seguem experiências comuns de cada um dos arquétipos, mas suas próprias experiências podem ser diferentes. Escute o seu corpo – e aprenda. 😊

Vamos ver o que podemos fazer para satisfazer as necessidades dos nossos arquétipos da Donzela e da Mãe em suas fases, enquanto estamos vivendo de maneira restrita e em isolamento, de modo a mantermos o equilíbrio durante a fase, em vez de reagirmos com a “fuga ou luta”, quando essa postura de estresse não for mais necessária ou benéfica.

Equilibrando A Mãe Durante O Isolamento 

O Arquétipo Mãe no modo de “fuga ou luta” tende a se definir por fazer muitas coisas pelos outros e, desta maneira, ela pode aliviar seus medos. Isto pode fazê-la parecer muito mandona e muito controladora devido ao medo pela segurança de sua família e amigos.

O arquétipo da Mãe desequilibrado vai se manter ocupado fazendo demasiadas coisas pelos outros, assumindo cada vez mais responsabilidade sem estar consciente dos seus próprios níveis de energia e das suas próprias necessidades, e ela tem um potencial muito forte de se esgotar. Um curto período de arquétipo da Mãe superativo pode ser essencial para uma situação de crise, mas, se houver uma convulsão a longo prazo, então o arquétipo da Mãe poderá não ter energia para continuar a doar livremente de uma forma que a mantenha energizada e em equilíbrio. Especialmente em isolamento com a família, uma Mãe tem demandas extras sobre seu tempo e energia para ocupar as crianças e talvez também cuide dos pais idosos. 

Para mulheres sem parceiros ou que não têm família em casa, as restrições de isolamento social podem ser muito difíceis para o arquétipo da Mãe. Também é importante para o arquétipo da Mãe se sentir parte de uma comunidade e poder alcançar outras pessoas para criar novos relacionamentos e manter os já existentes. Enquanto o intelecto é importante para a Donzela, sentimentos e toque são importantes para a Mãe, e a restrição do “não toque” pode ser muito desafiadora. 

As energias e os dons da Mãe são consciência emocional, relacionamentos, cuidar dos outros, comunicação, contato social e comunidade, ensino. 

Para Ajudar A Apoiar Nossa Mãe, Podemos:
  • Entrar em contato e se oferecer para ajudar outras pessoas – SE nós não tivermos já responsabilidades de cuidado – ou  para assumir novas funções de cuidado com o entendimento que nossas energias são limitadas e que é melhor fazer poucas coisas bem do que tentar ajudar a todos e não atender às suas necessidades. 
  • Participar de um grupo virtual (on-line) para “encontrar” novas pessoas e talvez se sentir parte de uma comunidade local que está administrando e cuidando ao longo desta crise (não participe de comunidades negativas, caso contrário você ficará sobrecarregada com a sensação de tentar manter e apoiar todo mundo). É óbvio que a Mãe precisa entrar em contato com amigos e familiares, mas talvez não conheçamos a necessidade de comunidade. 
  • Ensinar ou compartilhar nosso conhecimento. Não importa se não somos um professor profissional, ajudar outros a crescer compartilhando nosso conhecimento é uma expressão gratificante das energias da Mãe. 
  • Começar a ensinar nossos filhos se não houver atividades ou aulas virtuais (on-line) programadas. Talvez pedir a outros pais que se envolvam e iniciem salas de aulas virtuais (on-line).
  • Encontrar formas táteis novas e incomuns para expressar amor e se sentir amada. Se tivermos um/a companheiro/a ou família que não estão com o vírus, temos a oportunidade de tocar e ser tocada como expressão de amor. Mas, para mulheres que vivem sozinhas, as restrições ao toque podem ser muito duras. Um bicho de estimação pode nos dar a oportunidade de abraçar e até mesmo um brinquedo suave ou um pedaço de tecido macio que nos envolva firmemente dando um “abraço” pode dar o efeito tátil de que nosso cérebro precisa.
  • Expressar nossa criatividade prática na culinária – preparando refeições que vão além, utilizando os ingredientes limitados que temos para criar algo novo, fazendo pratos com nossos filhos como uma maneira de ensiná-los a cozinhar. 
  • Oferecer tempo para que outras pessoas compartilhem suas experiências e preocupações. Na fase Mãe estamos fortes emocionalmente, então podemos estar disponíveis para os outros quando eles precisam falar. 
  • Encontrar uma meditação ou técnica para enviar cura para o Mundo para sentir que estamos ajudando a todos nesta crise. Veja a Meditação da Partilha na área de download em wombblessing.com, acessada após a inscrição.

Saiba mais sobre como equilibrar os outros arquétipos femininos da DonzelaFeiticeira e Crone, e leia o artigo Introdução ao Covid-19, isolamento e bem-estar físico e mental no seu ciclo menstrual”

This post is also available in: en hr fr it pt-br pt-pt es