Blog


You are here: The Worldwide Womb Blessing® > Resources > Inglês > Introdução ao Covid-19, isolamento e bem-estar físico e mental no seu ciclo menstrual

Introdução ao Covid-19, isolamento e bem-estar físico e mental no seu ciclo menstrual

This post is also available in: en fr it de pt-br pt-pt es

Print Friendly, PDF & Email

Pela autora e instrutora do feminino Miranda Gray.

Dependendo de onde estamos vivendo no mundo neste momento, há níveis diferentes de regulamentos, restrições e de isolamento sugerido ou obrigatório. Com todas as questões e as responsabilidades de como administrar tudo, como ajudar nossos filhos ou nossos pais ou avós, e as preocupações sobre nosso trabalho, finanças, onde comprar alimentos, nossa consciência de nossos quatro arquétipos femininos acaba sendo empurrada e nosso foco vai para coisas mais urgentes. E, em uma crise, nossos arquétipos – a Donzela da pré-ovulação, a Mãe da ovulação, a Feiticeira da pré-menstruação e a Crone da menstruação – entram no modo “fugir ou lutar”.

Por um curto período, esse maneira de pensar e essa resposta de “fuga ou luta” podem ser úteis para nosso bem-estar e para todos os que estão ao nosso redor. A Mãe Natureza não quer que a gente olhe para um tigre que está nos seguindo e pense “Oh que lindo é este animal, eu nunca vi um tigre tão de perto antes” ou “Oh pobre tigre, você deve estar faminto!”. Em vez disso, a Mãe Natureza quer que a gente reprima os aspectos sutis do intelecto curioso de nossa Donzela e de nossa empática Mãe e apenas CORRA!

Mas, depois de um tempo maior de stress contínuo, nossos arquétipos podem se acomodar nesse modo desequilibrado e limitado como a “norma”, e nós perdemos contato com os benefícios e dons de cada fase e arquétipos. Então, como os cientistas preveem que a crise do vírus vai durar vários meses e muitas mulheres vão vivenciar seus ciclos em isolamento, precisamos, além de saber como nos manter seguras usando os dons de “fuga ou luta” dos arquétipos, entender como cuidar dos aspectos mais sutis para não perdermos contato com nosso sentido mais profundo e amplo de quem somos. É dentro do tecido das energias sutis de nossa natureza cíclica que nós mulheres sustentamos nosso poder e nossos dons criativos. Essas energias e dons não são apenas necessários em uma crise, mas também quando o mundo retornar depois disso e chegar a hora de construir algo novo.

Para nos ajudar nesta crise, para sentir o bem-estar mental e o autoempoderamento em circunstâncias desafiadoras, para criar arquétipos equilibrados que não estão estressados e para criar um ciclo menstrual que não aumente nosso stress, precisamos atender às necessidades de nossos arquétipos em cada uma de suas fases, para que eles se sintam amados e aceitos e possam expressar para o mundo quem nós somos.

Quando expressamos um arquétipo em uma atividade 
que está alinhada às necessidades desse arquétipo, 
na fase desse arquétipo… 


sentimos alívio do stress, bem-estar e felicidade.

Por exemplo: precisamos fazer algo ativamente para expressar nossa maior energia física e o intelecto da fase da Donzela para trazer essa fase e nós mesmas para o empoderamento equilibrado. Então, podemos dançar e depois ler um pouco ou procurar algo novo para estudar.

Ao estarmos mais cientes de nossos arquétipos em uma crise, podemos não apenas ficar mais equilibradas e abertas para as habilidades e os recursos extra que temos, mas também podemos ajudar quem está em isolamento conosco a compreender melhor nossa natureza cíclica e o que oferecemos e do que precisamos em cada fase. Esta crise traz a oportunidade de criar a verdadeira realização das energias femininas autênticas para muitas mulheres, casais e famílias.

Somos todas únicas em nossas circunstâncias e em nossas experiências dos arquétipos. Temos uma oportunidade de dar mais atenção ao nosso corpo e aos nossos arquétipos, de explorar e descobrir o que podemos fazer melhor ou com mais facilidade em cada fase. Precisamos ouvir nosso corpo, observar nossas emoções e pensamentos, acompanhar nossas fases e arquétipos para que possamos julgar se estamos totalmente em uma fase ou nos dias de transição, quando vivenciamos algumas habilidades e energias de dois arquétipos diferentes. 

Em casa fase há um presente; se conseguimos atender às necessidades expressivas, criativas e físicas de cada arquétipo e, assim, trazer cura e equilíbrio para o arquétipo, então podemos desembrulhar esse presente e compartilhá-lo com mais pessoas. 

Nós mulheres somos abençoadas com essas incríveis habilidades pois podemos compartilhá-las com mais pessoas para o benefícios de todos e do futuro.

Para saber mais sobre atividades para equilibrar seus arquétipos femininos da Donzela, Mãe, Feiticeira e Crone, há mais artigos em: www.mirandagray.co.uk e www.wombblessing.com

This post is also available in: en fr it de pt-br pt-pt es